Como Fazer um Quadro de Pregas

 

Tal como se pode deduzir pelo nome, o quadro de pregas consiste numa superfície retangular, nas medidas que pretendermos e acharmos melhor, feita de tecido ou de papel forte, disposto em pregas regulares e fixado por um aro retangular de madeira. Se pretendermos, por exemplo, elaborar um quadro retangular deste tipo com as dimensões de 120 cm de largura por 90 cm de altura e com pregas de dois em dois centímetros com dois centímetros de profundidade, necessitaremos de tecido ou, preferentemente, de papel forte, por exemplo, papel de cenário branco ou creme, com as dimensões de 120 cm de largura por 216 cm de altura, e de oito réguas de madeira, cortadas nas dimensões pretendidas, com 2 cm de largura e 0,5 cm de espessura, e pregos finos com 9 mm de comprimento. Eventualmente, poderemos também utilizar cola para ajudar a montar o quadro, embora não seja indispensável. 

 


A primeira etapa na sua confecção (ilustrada pela figura 1) consiste em marcar com uma régua, de maneira rigorosa, as zonas de dobragem, de modo a obterem-se pregas rigorosamente paralelas e uniformes, de acordo com as medidas indicadas: 4 cm + 2 cm, sucessivamente. 

 

 

 

A segunda etapa (ilustrada pela figura 2) consiste em vincar e dobrar uniformemente toda a superfície, de maneira a obter-se um quadro semelhante a uma saia de pregas, cuja dimensão final acabará por ficar nas medidas pretendidas para o quadro, ou seja, 120 x 90 cm
Quadro de pregas. Segunda fase da construção: dobragem das pregas

 

 

 

A terceira e última etapa consistirá em fixar a superfície obtida numa moldura dupla de madeira, nas dimensões do quadro, constituída por réguas de madeira com 2 cm de largura por 0,5 cm de espessura, de maneira que as pregas fiquem seguras nas extremidades, presas entre as réguas de madeira e com toda a superfície devidamente esticada. Se quisermos tornar o quadro mais resistente aos eventuais acidentes de utilização, mas também ligeiramente mais pesado, poderemos reforçar a parte posterior com uma prancha de cartolina grossa ou uma placa fina de contraplacado. Mas para aumento da sua resistência, será mais que suficiente revestir a parte posterior com uma cobertura de plástico auto-adesivo. De certeza que, deste modo, sem aumento substancial de peso de toda a estrutura, se obterá um quadro suficientemente resistente, capaz de aguentar muitos anos de útil serviço. 
Obtido o quadro de pregas, bastará colocá-lo onde pretendermos, suspenso de um prego ou sobre um cavalete, nada mais lhe faltando do que o «software» adequado, ou seja, o material de apoio audiovisual usado no quadro, que iremos construindo à medida das nossas necessidades. 
Figura 3: Quadro de pregas. Aspecto final, com um cartão nele exposto.

 

 

 

 

 

 

voltar